Ipatinga   •   

Notícias

Judiciário autoriza a quebra do sigilo fiscal e bancário do pelego Luiz Carlos de Miranda e sua turminha

29/09/2015

O judiciário autorizou, no dia 09/09/2015, a quebra do sigilo fiscal e bancário dos pelegos Luiz Carlos de Miranda Faria, José Soares Teixeira, Antônio Carlos da Silveira, Paulo Cézar dos Santos e Vicente de Paula Fernandes, no período em que estes exerceram as funções de direção e administração no Sindicato dos Metalúrgicos de Ipatinga e Região, compreendido entre os anos de 2004 a 2013.

O pedido foi feito pela Polícia Civil, em inquérito policial que investiga eventuais crimes cometidos na gestão do sindicato, iniciado em virtude de denúncias efetuadas pelo Ministério Público do Trabalho quando investigou condutas antissindicais e má administração das diretorias anteriores do SINDIPA.

As apurações envolvem crimes de falsidade ideológica eleitoral (art. 350 do código eleitoral), falsidade ideológica (art. 299 do código penal) e peculato (apropriação de dinheiro e bens públicos) por parte dos investigados Luiz Carlos de Miranda Faria, José Soares Teixeira, Antônio Carlos da Silveira, Paulo Cézar dos Santos e Vicente de Paula Fernandes.

Depois de perder as eleições do SINDIPA em 2013 e ser processado pelo Ministério Público por corrupção sindical, dilapidação do patrimônio do sindicato e enriquecimento ilícito, Luiz Carlos Miranda tentou, em abril desse ano, criar um novo Sindicato, SINTRAVAÇO, dividindo a base de representação do SINDIPA.

Ou seja, a turminha de pelegos, derrotada nas eleições, tenta de tudo para  continuar se beneficiando enquanto entregam nossos direitos para os patrões. 

E esses pelegos são apoiados pela USIMINAS e empreiteiras que não se conformam que o SINDIPA não é mais um sindicato para defender os interesses dos patrões.

Recentemente a USIMINAS tentou dar outro golpe junto com esses pelegos da antiga diretoria: o tal de SINTEC, Sindicato dos Técnicos Industriais de Minas Gerais, chamou uma assembleia na sede da FIEMG, ou seja, na casa dos patrões, para criar uma delegacia regional em Ipatinga e escolher o delegado regional.

E adivinhem quem foi eleito para delegado? Mais um dos derrotados nas eleições do Sindipa, o tal de Gláucio Ervilha, pau mandado da USIMINAS, que está sendo investigado pela polícia porque levou 4 cheques do Sindicato, quando era diretor, no valor total de R$ 94.897,21 e ainda não devolveu todo o dinheiro.

 

ESTAMOS FIRMES NA LUTA CONTRA OS ATAQUES DOS PATRÕES E SUA TURMINHA DE BANDIDOS.

OS METALÚRGICOS ESTÃO FIRMES COM SEU VERDADEIRO E LEGÍTIMO SINDICATO, O SINDIPA. E CONTINUAMOS NA LUTA POR NENHUM DIREITO A MENOS E PARA AVANÇAR NAS CONQUISTAS!

 


•  Veja outras informações
SINDIPA - Sindicato dos Metalúrgicos de Ipatinga e Região
Av. Fernando de Noronha, 90 - Bairro Areal - CEP: 35160-350 - Ipatinga / MG
Telefone (31) 3829-6635   /   E-mail: comunicacao@sindipa.org.br