Ipatinga   •   

Notícias

USIMEC insiste no calote e mais uma vez não faz proposta de reajuste salarial

18/01/2016

Na reunião realizada hoje, dia 18/01, a USIMEC, mais uma vez, mostrou que quer dar o calote no que deve aos trabalhadores e que não quer negociar. 
Essa foi a terceira reunião realizada com a empresa e até agora ela não apresentou nenhuma proposta de reajuste salarial.

Veja o absurdo da empresa:
- 0% (zero) de reajuste.
- R$ 2.500,00 de abono pago depois do acordo e R$ 1.000,00 só na folha de pagamento de maio.
- 0 de PLR

    Esse absurdo já foi rejeitado pelo Sindicato na reunião.

 

SINDIPA consegue reunião de mediação no Ministério do Trabalho com a USIMINAS para o dia 22/01

O SINDIPA conseguiu agendar para o dia 22/01 reunião de mediação no Ministério do Trabalho para discutir a Campanha Salarial.

Na reunião, vamos mostrar que a USIMINAS, ao invés de apresentar uma proposta de reajuste salarial, o que tenta é diminuir os salários. A reunião faz parte das ações necessárias para a instauração do dissídio coletivo, pois vamos mostrar que na prática a USIMINAS não quer negociar e só está enrolando.

 

0% DE REAJUSTE É REDUÇÃO SALARIAL

O que as empresas querem novamente é reduzir os salários, pois se recusam a pagar até as perdas acumuladas de 10,33%.

As empresas usam o abono para tentar impor redução salarial. O abono mal entra na nossa conta e o imposto de renda come uma boa parte e o salário que já está arrochado vai minguar ainda mais se não tivermos reajuste, pois o básico que temos que pagar aumentou muito. 

Veja as perdas:

- Não pagar os 10,33% de perdas é obrigar os trabalhadores a entrar no próximo período com o salário menor, ou seja, perda salarial de 10,33%.

- Em um ano, sem receber os 10,33%, o trabalhador que recebe um salário de R$2.500,00 perderia R$ 3.357,25.

- Perda no pagamento do retroativo desde a data-base (novembro), que contando com janeiro, já soma R$ 1.033,00 para um trabalhador que ganha R$ 2.500,00.

- Perde-se também no valor das férias, 13º, retorno de férias, FGTS e nos adicionais durante o ano todo.

O abono não cobre perda nenhuma, ele não é incorporado ao salário e não entra no cálculo para aposentadoria. Você paga algumas poucas contas e na semana seguinte continua com dividas, pois o salário minguou mais ainda. Portanto, tentar substituir reajuste salarial por abono é outra forma que a Usiminas busca para reduzir os salários.


•  Veja outras informações
SINDIPA - Sindicato dos Metalúrgicos de Ipatinga e Região
Av. Fernando de Noronha, 90 - Bairro Areal - CEP: 35160-350 - Ipatinga / MG
Telefone (31) 3829-6635   /   E-mail: comunicacao@sindipa.org.br