Ipatinga   •   

Notícias

USIMINAS faz mais uma proposta que não repõem nem o INPC

07/12/2016

Ontem, dia 06/12, na reunião para discutir nossa pauta de reivindicações, a Usiminas apresentou mais uma proposta sem INPC na data base, veja a proposta: 
- 4% em novembro, 2% em abril, 2,5% em junho SEM RETROATIVO.
- Sem avanço nas cláusulas sociais. 
– R$ 800,00 de abono (que não cobre nem as perdas que teremos sem o retroativo, ou seja, na verdade não tem abono).
O Sindicato avaliou a proposta na diretoria e com os trabalhadores na área e REJEITOU a proposta da USIMINAS.
As perdas acumuladas já chegam a mais de 19%, considerando os dois anos, o preço do aço aumentou mais de 35% esse ano e a Usiminas apresentou uma proposta que não cobre nem as perdas de 2016. 


O SINDIPA DISSE NÃO A MAIS ESSA TENTATIVA DE CALOTE DA USIMINAS E VAMOS CONTINUAR ESQUENTANDO A CHAPA E AMPLIANDO A NOSSA LUTA

 

A CHAPA ESQUENTOU NA CAMPANHA SALARIAL 

E VAI ESQUENTAR AINDA MAIS!

 

No dia 30/11, o Sindipa realizou uma manifestação na portaria 2 da usina denunciando a tentativa da Usiminas de dar calote no reajuste salarial dos metalúrgicos. 
A USIMINAS, para tentar calar o SINDIPA, chamou a Polícia para guinchar o caminhão de som do Sindicato. 
O caminhão foi guinchado em um lugar que nunca foi proibido estacionar. A usina mandou proibir o estacionamento nas portarias, áreas públicas, e rebocar o caminhão de som do Sindicato porque o que se escuta ali é a verdade que, por tantos anos, os patrões e os pelegos tentaram esconder.

MAS A EMPRESA NÃO CONSEGUIU IMPEDIR A LUTA 

No dia seguinte, o SINDIPA e os trabalhadores na USIMINAS continuaram a mobilização da Campanha Salarial. 
Realizamos uma mobilização na portaria 3 da empresa, na entrada do 1º turno, e, mais uma vez, a polícia foi mandada pela USIMINAS para tentar acabar com a luta. 
Essa é a verdadeira face da USIMINAS: quer reduzir cada vez mais os salários dos trabalhadores e trata os metalúrgicos como bandidos, assim como fez no massacre de 1963 quando mandou a polícia metralhar os trabalhadores que protestavam na portaria da empresa. 

PELEGOS BEM OBEDIENTES
A mobilização pressionou tanto a USIMINAS que, nessa semana, a empresa mandou seus velhos e capachos pelegos para a portaria. 
A empresa mais uma vez está usando seus pelegos para tentar empurrar goela abaixo dos trabalhadores um acordo rebaixado que não repõem nem as perdas com a inflação. 
É a mesma turminha do Boca Roxa que foi derrotada na eleição do SINDIPA e que, no ano passado, foi colocada no sindicato fantasma dos técnicos para arrochar os salários dos trabalhadores com 0%. Enquanto o SINDIPA exigia a reposição das perdas e aumento salarial, os pelegos diziam sim para o calote da Usiminas, o que foi determinante para que o judiciário decidisse pela realização de assembleia. 
São os mesmo pelegos que venderam a semana francesa, o retorno de férias de 30 dias, o anuênio, o quinquênio, o girafão e outros diretos. 

 

 


•  Veja outras informações
SINDIPA - Sindicato dos Metalúrgicos de Ipatinga e Região
Av. Fernando de Noronha, 90 - Bairro Areal - CEP: 35160-350 - Ipatinga / MG
Telefone (31) 3829-6635   /   E-mail: comunicacao@sindipa.org.br